zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 15/05/2014 - 12h43

Pesquisador reafirma cheia acima da média no Pantanal de MS

Fortes chuvas nas cabeceiras devem provocar cheia, aponta pesquisador. Em Ladário, nível do rio deve chegar a 5,4 metros em junho.




Reprodução/TV Morena

Algumas comunidades em MS já sofrem efeitos da cheia no Pantanal
Por G1 MS com informações do Agrodebate / Redação Pantanal News

A Embrapa Pantanal, em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, emitiu no início desta semana um segundo alerta sobre o nível do rio Paraguai. Segundo o pesquisador Carlos Roberto Padovani, a cheia deste ano deve ser acima da média.

“Estamos acostumados e temos registros de cheias em todas as magnitudes e todas as frequências. Este ano, a cheia está acima da média. Nós já estávamos estimando que isso ia acontecer desde fevereiro, quando observamos os mapas de chuva na região alta da bacia do Alto Paraguai”, comenta o pesquisador.

De acordo com Padovani, o rio Paraguai deve alcançar cerca de 5,5 metros no município de Ladário, 5,4 metros em Porto Esperança e 4,6 metros em Forte Coimbra em meados do mês de junho.

Segundo o pesquisador, as fortes chuvas que caíram nas bacias das cabeceiras do rio Paraguai e na bacia do Corixo Grande, a oeste do Pantanal de Mato Grosso, foram a causa do aumento do nível do rio em Bela Vista do Norte, acima da região da barra do São Lourenço e Amolar.

Padovani também diz que, devido à grande quantidade de chuvas na região da Nhecolândia, haverá uma entrada extra de água na região do Porto da Manga, na Estrada Parque.

Após a publicação do alerta, ele ressalta que as comunidades de ribeirinhos, proprietários e arrendatários de terras para criação de gado que estejam na área sob influência do rio Paraguai devem ficar atentos a situação.

Especialmente para os pecuaristas, o pesquisador diz que a recomendação é retirar o rebanho das regiões que podem ser inundadas.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
28/09/2017 - 10h00
Leilão da Feapan destaca a beleza e rudez do cavalo pantaneiro
24/09/2017 - 10h15
Com produtores, Ruiter conhece potencial econômico do cavalo pantaneiro
21/09/2017 - 16h11
Frigorífico de jacarés leva qualidade do Pantanal ao mundo, diz Reinaldo
20/09/2017 - 16h40
Blairo Maggi vem a MS para inaugurar frigorífico de jacarés em Corumbá
14/09/2017 - 08h18
Reinaldo lança música feita por Almir Sater para aniversário MS
 
Últimas notícias do site
16/10/2017 - 16h36
MS terá sistema de aviso de alagamentos por celular a partir de 2018
16/10/2017 - 13h02
Após denúncia, Polícia Militar captura foragido da justiça
16/10/2017 - 11h25
Restituição do IR já está disponível para 31,5 mil contribuintes de MS
16/10/2017 - 10h57
Semana começa com mais de 400 vagas em concursos e salários de até R$ 14 mil
16/10/2017 - 10h55
Ruiter aciona primeiro trecho de iluminação pública com LED
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.