TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 18/12/2008 - 08h37

Ações previstas em plano devem recuperar o rio Taquari




Rui Madruga

Rio Taquari: problemas de assoreamento podem ser resolvidosdos
Por Ana Maio

As medidas previstas no Programa de Ações para Promover a Proteção e Recuperação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Taquari vão recuperar o rio a médio e longo prazos, se forem todas executadas. A afirmação é da pesquisadora Emiko Kawakami de Resende, da Embrapa Pantanal (Corumbá-MS), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Ela acompanhou o planejamento, levou técnicos do ministério da Agricultura para visita in loco e avaliou o programa, lançado no dia 8 de dezembro em Corumbá e no dia 9 em São Gabriel d’Oeste.

Segundo Emiko, todas as recomendações técnicas sugeridas pela Embrapa Pantanal foram incluídas no plano, além de medidas de desenvolvimento institucional.

São 31 ações propostas pelo GTI (Grupo de Trabalho Interministerial) para a recuperação do rio. Elas incluem conservação de solo e água, mitigação e manutenção da estabilidade do leito e das margens, recomposição da vegetação, reserva legal e áreas de preservação permanente, organização e desenvolvimento tecnológico e institucional e a sustentabilidade da produção do médio e baixo Taquari.

Embora o grupo tenha anunciado que algumas medidas serão iniciadas na parte alta da bacia, outras, como a manutenção de barrancas, precisam ser executadas simultaneamente no médio e baixo Taquari, segundo a pesquisadora.

Uma das ações envolve diretamente a parceria da Embrapa e se chama Sistemas Sustentáveis de Produção na Região do Médio e Baixo Taquari. O orçamento deste projeto é de R$ 1 milhão e ele deve ser concluído até março de 2010.

Algumas das ações deste projeto já estão em andamento e terão continuidade, como a avaliação e monitoramento da situação dos peixes de valor econômico para a pesca, monitoramento da pesca na bacia do Taquari e a dinâmica de populações e avaliação do nível de exploração dos estoques pesqueiros. Essas atividades são realizadas regularmente pelo SC/Pesca/MS (Sistema de Controle de Pesca do Mato Grosso do Sul).

Duas ações são novas: desenvolvimento e adaptação de tecnologias para agregar valor ao pescado e prospecção e avaliação genética intra e inter populacional das espécies para o seu manejo sustentado.

Emiko disse que algumas ações do plano estão incompletas, sem descrição da memória de cálculo e origem dos recursos. “Espero que preencham esses dados a tempo”, afirmou.

LANÇAMENTO

Cerca de 200 pessoas acompanharam a apresentação do programa na terça-feira, dia 9 de dezembro, em São Gabriel d’Oeste (MS). No dia anterior, o plano foi lançado em Corumbá, onde ações também foram apresentadas.

Os pesquisadores Alberto Feiden e Frederico Lisita, da Embrapa Pantanal, acompanharam o evento em São Gabriel, que foi organizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e aconteceu no auditório da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).

Em São Gabriel, participaram da reunião representantes da Casa Civil, dos ministérios dos Transportes, do Desenvolvimento Agrário, da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento e do Meio Ambiente, além de prefeituras da região, ONGs (organizações não-governamentais), empresas de assistência técnica, comitês de bacias, governo estadual, entre outros.

Logo após o lançamento em Corumbá, no dia 8, o chefe-geral da Embrapa Pantanal, José Aníbal Comastri Filho, disse que as ações de recuperação do Taquari, no Mato Grosso do Sul, poderão ser avaliadas tecnicamente pela Unidade.

Ele afirmou que o rio é “um grande laboratório a céu aberto” e que pesquisadores devem acompanhar e monitorar a execução das atividades propostas para verificar a eficiência e eficácia das medidas de recuperação/recomposição propostas.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
joão silva, em 21/12/2008 - 17h28

Moradores do bairro Centro América realizam no sábado, 17 de janeiro de 2009, um mutirão em protesto na tentativa de solucionar um problema, que segundo eles, já se arrasta por cerca de dois anos. Os moradores vão fazer uma promoção de sarravulho para arrecadar dinheiro para pavimentar um trecho da rua Barão de Melgaço, entre as ruas Professor Helio Benzi (antiga Esmeralda) e Alameda Rubi. A promoção, marcada para 11 horas, terá direito a refrigerante, animação, além de uma pitada de ironia. Todos os vereadores e autoridades foram convidados. “Queimar pneus, paralisar o trânsito, erguer faixas e cartazes de protesto são formas das comunidades carentes saírem da invisibilidade e mostrar sua insatisfação com a falta de esgotamento sanitário, pavimentação asfáltica, escadarias, entre outras obras de infra-estrutura. Entretanto, na maioria das vezes, essas ações se desfecham com promessas, por parte dos governantes. E estas, muitas vezes, não são cumpridas. Cansada de esperar a intervenção da Prefeitura, nós os moradores do bairro resolvemos unir esforços no intuito de preencher as lacunas deixadas pelo poder público”, reclama os moradores. Embora haja pavimentação asfáltica na rua Barão de Melgaço, entre o trecho das ruas Professor Helio Benze e Tonico de Medeiro (conhecida como Totico de Medeiros), outros dois trechos não foram pavimentados. São eles: o trecho das ruas Rui Barbosa e Tonico de Medeiro e o trecho das ruas Professor Helio Benze e Alameda Rubi. “As obras de infra-estrutura melhoraram o bairro. Mas ainda é pouco. No ano de 2007, a placa da obra anunciava a pavimentação asfáltica das ruas Cáceres, Barão de Melgaço e Fernando de Barros, a mesma não informava a pavimentação de trechos, como foi executada a obra, concluímos na época, que a prefeitura deveria asfaltar rua inteira, da Alameda Rubi à rua Rui Barbosa. Algo semelhante aconteceu na rua Fernando de Barros, entre as ruas Albuquerque e Rui Barbosa, a pavimentação asfáltica não seguiu até o final da rua, faltou uma quadra à ser asfaltada. Procuramos incansavelmente as autoridades, reclamamos, fizemos abaixo-assinados, manifestos e nada foi pronunciado pelo secretário de Desenvolvimento Sustentável”, explica os moradores. OFÍCIO CIRCULAR CONVITE (FAZ) Corumbá-MS, 21 de dezembro de 2008. Ref. COMUNICADO E CONVITE Prezado Senhores, Nós os moradores do bairro Centro América temos o prazer de convidá-lo para a 1ª PROMOÇÃO DE SARRAVULHO PARA ARRECADAR DINHEIRO PARA CONTINUAR A PAVIMENTAÇÃO DA RUA BARÃO DE MELGAÇO, a ser realizada no final da rua Barão de Melgaço com a Alameda Rubi, no sábado, 17 de janeiro de 2009, a partir das 11h00min. Sua presença será motivo de alegria para todos nós. Um abraço cordial, da Comunidade do Centro América para a Capital do Pantanal, OS MORADORES DO BAIRRO CENTRO AMÉRICA C/CÓPIA: PREFEITO, VEREADORES, GOVERNO FEDERAL, GOVERNO ESTADUAL, SENADORES, DEPUTADOS, ÓRGÃOS, CONSELHOS, FÓRUNS, ENTIDADES, ASSOCIAÇÕES, SINDICATOS, IMPRESA, ETC. MENSAGEM: “Por que não desistimos? ‘Porque sabemos que o esforço de cada uma é a conquista de todos!’ Sábado, 17 de janeiro às 11 da manhã não esqueça de apagar a luz, usar o chuveiro na posição verão e ...ajudar os moradores do bairro Centro América a conquistar o respeito e a atenção das autoridades.”

 
Últimas notícias do canal
27/11/2017 - 08h39
“Se Amazônia é pulmão, Pantanal é o coração do planeta”
13/11/2017 - 09h40
Dia do Pantanal: mais que comemorar, ainda há muito a descobrir e preservar
10/11/2017 - 13h23
Com chuvas dos últimos dias, rios de MS atingem nível de alerta para enchente
08/11/2017 - 15h27
Devastação do Pantanal representa custo de R$ 19 milhões por ano
03/11/2017 - 13h10
Último fim de semana da temporada de pesca lota cidades de MS
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.