especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Trio Elétrico Independente Notícias - 11/07/2013 - 15h25

Manifestantes fazem passeata pelas ruas de Campo Grande

Cerca de 35 mil pessoas participaram do protesto, segundo a Polícia Militar. Passeata foi organizada por centrais sindicais e movimentos populares.




Por G1 MS/Redação Pantanal News

Manifestantes tomaram conta das ruas do centro de Campo Grande em passeata na manhã desta quinta-feira (11). De acordo com a Polícia Militar, cerca de 12 mil pessoas estiveram concentradas na Praça do Rádio por volta das 10 horas, mas durante o protesto esse número aumentou para 35 mil, com a chegada de outros grupos à região central da cidade. Os protestos foram organizados por centrais sindicais e movimentos populares, e se encerraram pouco antes das 12 horas. A polícia não registrou incidentes e as manifestações foram pacíficas.

As lideranças sindicais estimam que o protesto teve participação de 20 mil pessoas. A Companhia Independente de Policiamento de Trânsito da Capital (Ciptran) calcula que 30 mil estiveram na manifestação. A assessoria da PM calculou 35 mil.

Com cartazes e palavras de ordem pedindo reforma política, agrária e mais investimentos em educação e saúde, os manifestantes caminharam pela avenida Afonso Pena e pelas ruas 14 de Julho, 13 de Maio, Antônio Maria Coelho e Barão do Rio Branco. Durante o protesto, alguns comerciantes chegaram a fechar as portas, mas reabriram em seguida.

Na opinião do manifestante Paulo César da Silva Batista, conhecido como 'Paulo do Radinho', o motivo do protesto é a corrupção no país. "Está demais, temos que dar um basta nisso", afirmou. Valorização das aposentadorias e redução da jornada de trabalho para 40 horas sem redução salarial também foram bandeiras de reivindicação. "Estou representando os aposentados, sou funcionário público, trabalhei por 43 anos na saúde. Se para os trabalhadores é ruim, para os aposentados é pior, porque tudo para nós é pela metade", disse o aposentado Cleide do Carmo, de 78 anos.

O protesto contou com a participação de trabalhadores de Campo Grande, Três Lagoas, Nova Alvorada do Sul, Fátima do Sul, Jardim, Nioaque, Sidrolândia, Chapadão do Sul e outros municípios do estado. De acordo com a Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), cerca de 50 ônibus com profissionais da educação transportaram manifestantes do interior do estado para a capital.

Depois de percorrerem o centro da cidade, os manifestantes voltaram à praça do Rádio, onde lideranças sindicais fizeram pronunciamentos e falaram sobre as reivindicações das categorias sindicais. Os organizadores estimaram que 20 mil pessoas participaram do protesto.

O protesto foi promovido pela pela Força Sindical, Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST). A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Mato Grosso do Sul (Fetagri) e o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil e do Mobiliário de Campo Grande (Sintracom) também estiveram na mobilização.

Veja abaixo mais imagens.

Fotos:Central Única dos Trabalhadores

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
Vlademir, em 11/07/2013 - 21h23

Fator Previdenciário - Entre no Google, busque por: AVAAZ FATOR PREVIDENCIÁRIO e acesse o 2º link. Vamos provocar uma avalanche de assinaturas para esta Petição Pública e acabar de uma vez por todas com este maldito Fator Previdenciário. Agora com apenas 0,5% dos eleitores, cerca de 700 mil assinaturas, qualquer vontade popular é automaticamente transformada em lei. Vamos em busca desse objetivo, basta difundir através das redes sociais. EU ACREDITO!

 
Últimas notícias do canal
11/07/2013 - 15h25
Manifestantes fazem passeata pelas ruas de Campo Grande
03/01/2013 - 09h21
Alugue o trio elétrico Jacaré Independente
02/01/2013 - 07h29
Alugue o trio elétrico Jacaré Independente
14/12/2012 - 07h45
Alugue o trio elétrico Jacaré Independente
13/12/2012 - 08h05
Alugue o trio elétrico Jacaré Independente
 
Últimas notícias do site
24/11/2017 - 14h27
Fase preliminar é o primeiro desafio do Corumbaense na Copa Verde
24/11/2017 - 10h02
Tá na lista? Detran-MS cadastra mais 13 mil novas multas em novembro
24/11/2017 - 09h13
VI Fegasa abre inscrições com programação recheada de novidades
24/11/2017 - 09h00
Parada Gay, Baile do Hawai e show "Melanina Sound" animam o fim de semana
24/11/2017 - 08h03
Fiéis, Thor e Trovão viram xodós ao levar e buscar irmãos todo dia na escola
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.