TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Rádio Independente - 02/05/2011 - 07h37

Jornalista e radialista Aládio Jorge: Rádio Independente é a filha amada




Arquivo Pantanal News/5.out.2009

Jornalistas e radialistas Armando de Amorim Anache (Armandinho) e Aládio Jorge, no Ginásio Poliesportivo de Anastácio (MS), em 5 de outubro de 2009

Fotos: Valmir Amaral/Pantanal News







Por Redação Pantanal News/Redação Pantanal News/Aladio Jorge, da equipe fiel de esportes da rádio Independente e editor do Aquidauanaonline

O jornalista e radialista Aládio Jorge - responsável, ao lado da sua mulher Regina, pelo site Aquidauanaonline.com.br; e também policial rodoviário federal de carreira - envia e-mail cumprimentando a rádio Independente de Aquidauana, pelo aniversário de 49 anos.

Ele recorda que, recém-saído do Exército Brasileiro, pediu uma chance de teste para poder trabalhar na "Martelinho", como era e ainda é conhecida a Independente, à dona Tota, mulher do fundador Antonio Garcia. Aceito, iniciou uma vitoriosa carreira na Independente, onde foi gerente-geral depois de 1985, quando a Organização Armando Anache assumiu o controle da emissora.

Aládio Jorge foi, ainda, vereador de Aquidauana. Hoje, na PRF (Polícia Rodoviária Federal), segue a sua carreira de forma exemplar. No entanto, não abandona jamais a sua grande paixão: o Rádio, o microfone, a oportunidade de falar, ao mesmo tempo, para milhares de ouvintes. Ele é repórter da Equipe Fiel de Esportes, da sua querida rádio Independente, onde é tido, pela direção, como um integrante da família, antes de tudo.

Leia, abaixo, o emocionante texto de Aládio Jorge:

"Armando, acabei o meu plantão há apenas algumas horas na Ponte do Rio Paraguai, bem pertinho da sua querida Corumbá, e, cá estou, meio emocionado, ops! bastante emocionado diante do computador a lhe escrever estas singelas palavras, porque em minha cabeça, começo a rebobinar minha história de radialista: locutor, repórter, redator, apresentador de shows, etc. Foi aí, na Rádio Independente que tudo começou. E hoje, festejo com você, sua esposa, seu velho e querido pai, nosso estimado amigo Armando Anache, este 1º de Maio. Como passou rápido, né? Parece que foi ontem. Eu, recém egresso do Exército Brasileiro, ainda imberbe, sem um "norte" onde pudesse me orientar, sem saber o que fazer, peço vergonhosamente para a minha velha amiga Tota, para fazer um teste na Rádio Independente, pois precisava trabalhar, sendo que , no quartel, já havia despertado em mim, o pendor pelo microfone, pois nas instruções que fazíamos por esse mundão a fora, eu sempre era o escolhido para ler o Boletim do Dia. Lembra? E não é que eu acertei? Alí começou de fato, minha história como homem, como cidadão, como pai de familia. Ganhava pouco, mas nunca reclamava, pois estava fazendo algo prazeroso, em que me deleitava todos os dias. Vivia "rádio, 24 horas". Alí aprendi a gostar de leitura, de amar a noticia, a informação, despertei o meu senso critico, moldei meu caráter , e fiz da comunicação minha vida. Hoje, apesar de estar desempenhando uma outra função, não esqueci do meu primeiro amor. Continuo com o mesmo "tesão", desculpe o termo, Armandinho, pelo rádio, mesmo com meus 54 anos de vida. Me "derreto" todo quando empunho um microfone. Ali é a minha seara! Alí não tem prá ninguém! Ali é a minha trincheira, clamando por justiça a favor do meu povo, contra a miséria, com o sofrimento, contra as desigualdades, e nós, Armando, recebemos essa missão, de sermos os agentes transformadores dessa sociedade tão mesquinha e avarenta, mormente todas as dificuldades encontradas para se "fazer" rádio, hoje em dia.  A nós, foi confiada pelo Criador, a tarefa de oxigenar esse sofrimento através do rádio, através das mensagens de otimismo, de uma palavra de fé e esperança. Que missão! Quanto tempo já se passou!  Foi uma época de sonhos, quando se fazia rádio por amor, pelo prazer de se fazer. Foi através da Rádio Independente que constitui minha familia, a valorizar a amizade e a levar aos nossos ouvintes, um pouco de calor humano. Parece que foi ontem! No entanto, já se passaram 48 anos. Lá, ao fundo, em sua oficina improvisada, ouvia o jornalista Antonio Garcia a fazer mais uma "raspadinha" para a nossa equipe de esporte. E , olha que foi usada até no Maracanã, para espanto daquelas "feras" da pesada da Tupi, Globo, etc, que olhavam e não acreditavam que aquilo "falava". Ouvia o som do martelinho moldando mais uma chapa de alumínio, que seria depois, mais um "aparelhinho prateado", a encantar uma geração; o cheiro da solda a inundar nosso estúdio, para colar os rebites; a velha chave de fenda que girava, instalando mais uma válvula. Era uma magia. Uma arte! Um encanto!  E lá vinha o Garcia, feliz da vida mostrando a todos mais uma obra prima, da sua genialidade. Tudo passou, mas, como lhe disse lá no início. Hoje, depois de 48 anos, comecei a rebobinar de novo meu velho filme, e senti uma dorzinha lá no fundo d'alma, uma pontinha de saudade, mas também me  senti um privilegiado. Afinal, sou ou não sou, também um dos protagonistas desta linda história? Com apenas uma diferença. Hoje, estou em outro século; com tudo mais moderno, até o microfone sem fio inventaram, aposentando aquela centena de metros de fio, que dava um trabalhão danado a todos nós, repórteres de campo. Mas eu era feliz! Como era feliz! Como era gostoso fazer aquilo! Que poção mágica era aquilo, que me transformava tanto? Só acredito que não mudou um elemento essencial de toda aquela geração de ouro: a arte de fazer rádio, o respeito ao ouvinte, a ética na profissão, acima de tudo, a criatividade.  Isso permaneceu. Quem tem formação, ninguém arrebata no calar da noite, ninguém cala nossa voz diante das injustiças. Quem ama o que faz como você, Armandinho, não cai em desuso e nem se desgasta. Por isso, é que me orgulho de estar falando com você, agora, como amigo, neste simples bate-papo, para te parabenizar pelo que você faz por essa “filha amada”, que é a nossa Rádio Independente. Você me surpreende todo dia. Que pique! Que vibração! Que tesão, velho! To contigo, e não abro. Salve 1º de Maio. Sou um apaixonado pela nossa querida “martelinho”, assim como você. Abraços a essa nova geração, extensivo à sua família."

 

Siga as notícias da rádio Independente no Twitter:
www.twitter.com/RIndependente

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
10/10/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
10/10/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
09/10/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
04/10/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
03/10/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
 
Últimas notícias do site
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.