especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 14/05/2009 - 14h15

MS tem a máquina mais enxuta do País, diz Folha de São Paulo




Por Nadjanara Morbeck, do Notícias MS

 

        O governo de Mato Grosso do Sul é estado com menor número de secretários estaduais no País. O levantamento foi realizado pelo jornal O Estado de São Paulo, que publicou reportagem especial sobre o inchaço da máquina dos estados, na edição da última segunda-feira (11). Enquanto Amapá conta com 30 secretários, MS possui apenas 11 secretários. A média dos estados é em torno de 20.

        De acordo com a reportagem realizada pelo jornalista Guilherme Scaranze, os 27 estados brasileiros contam com um exército de 555 secretários, o que contribui para o inchaço da máquina. Segundo a apuração feita pelo jornalista,  Amapá conta com seis secretarias especiais e mais 24 secretarias independentes.

        “Na outra ponta da corda, Mato Grosso do Sul – 17º PIB estadual – informa ter o menor número de secretários do Brasil, 11. Para manter essa estrutura enxuta, o governador André Puccinelli (PMDB) procura resolver as pendências com algumas pastas que são verdadeiros conglomerados de assuntos, como: Meio Ambiente, Cidades, Planejamento, Ciência e Tecnologia; Desenvolvimento Agrário, Produção , Indústria, Comércio e Turismo; Obras Públicas e Transportes; Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária”, exemplifica o jornal.

        O cientista político Rui Tavares Maluf afirma que um grande número de secretarias opera contra a racionalidade da administração pública. Ele afirma que 13 ou 14 pasta para um governo do Estado é suficiente para realizar uma boa administração. “Achar que um maior número de secretarias garante agilidade é ingenuidade”, afirma o cientista político ao Jornal O Estado de São Paulo.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
Mara, em 14/08/2009 - 12h14

O título fala que a matéria foi publicada na FOLHA DE SP...já o texto fala que foi publicado no jornal O ESTADO DE SP. Onde saiu a matéria?

 
Últimas notícias do canal
27/11/2017 - 08h39
“Se Amazônia é pulmão, Pantanal é o coração do planeta”
13/11/2017 - 09h40
Dia do Pantanal: mais que comemorar, ainda há muito a descobrir e preservar
10/11/2017 - 13h23
Com chuvas dos últimos dias, rios de MS atingem nível de alerta para enchente
08/11/2017 - 15h27
Devastação do Pantanal representa custo de R$ 19 milhões por ano
03/11/2017 - 13h10
Último fim de semana da temporada de pesca lota cidades de MS
 
Últimas notícias do site
12/12/2017 - 08h51
Governo divulga resultado dos recursos do concurso da Polícia Civil
12/12/2017 - 08h42
Calor predomina e meteorologistas alertam para baixa umidade do ar
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.