zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Geral - 06/02/2015 - 06h12

9 erros que donos cometem na hora de cuidar dos cachorros




Por TUDO SOBRE CACHORROS / Redação Pantanal News

A maioria das pessoas que tem cachorro trata deles que nem filhos. Infelizmente, muitos tratam como filhos rebeldes: deixam eles fazerem tudo que quiserem sem se preocupar em educá-los. Assim como crianças, os cães também precisam de limites, precisam aprender o que é certo e o que é errado e precisam também de um líder calmo e assertivo que dite as regras da casa. Um cão sem líder fica estressado e nervoso, pois ele precisa liderar a casa e a família, o que é um peso muito grande nas suas costas.

Agora vamos à lista!

1. Deixar o cachorro puxar durante o passeio


erros que donos cometemMuitos cães, praticamente a maioria, puxam o dono na coleira quando saem pra passear. Isso é desagradável pro dono e acredite, também é para o cachorro, pois ele está ansioso e nervoso. Um passeio relaxado vai ser melhor pra todo mundo.
 
Como evitar o problema: você precisa ensinar o cachorro a andar com a coleira frouxa, ou seja, sem puxar. Por exemplo, se o cão quiser ir até uma árvore, pare até a guia ficar frouxa. Aí vá em direção a árvore. Se ele puxar de novo, pare de novo e repita esse processo até ele entender que ficando do seu lado – com a guia frouxa – ele chega onde ele quer. Se ele puxar, o passeio não continua. É preciso ter paciência. Veja aqui 
como ensinar o cão a não puxar a coleira no passeio

2. Começar a ensinar só depois dos 6 meses

 
erros que donos cometemUm cachorro começa a aprender desde que nasce, com sua mãe e seus irmãos. Na fase do imprinting, que vai dos 2 aos 4 meses principalmente, é quando ele está mais apto a aprender qualquer coisa – como não subir no sofá, por exemplo. Leia aqui sobre o 
imprinting canino.
 
Logo que seu cão chegar na sua casa, já comece a ensiná-lo as regras da casa, o que ele pode e não pode fazer, como roer móveis, subir no sofá, entrar em algum cômodo, etc. 

3. Esfregar o focinho no xixi e no cocô

 
Infelizmente muitas pessoas usam essa técnica e ela tem várias coisas que vão contra. Pra citar algumas falhas nessa técnica:
 
– Quando você briga por causa do xixi e do cocô fora do lugar, o cão fica com medo de você e entende que o que ele fez é errado (o xixi e o côco). Ou seja: ele continua fazendo nos lugares errados, porém escondido. Ou pior: ele passa a prender e espera a hora de sair de casa, isso pode gerar vários problemas de saúde como a 
infecção urinária, por exemplo.
 
– Ele vai aprender a fazer necessidades no lugar errado pra chamar a sua atenção.
 
– Seu cachorro não entende porque você está esfregando o focinho dele no xixi e no cocô.
 
– Se passaram mais de 16 minutos, o cão não lembra o que fez e entende menos ainda.
 
Pra ensinar a fazer xixi e cocô no lugar certo, é fácil. Pegue seu cão no ato e dê um petisco toda vez que ele acertar. Quando ele errar, ignore, espere ele desviar a atenção e limpe sem que ele veja.
 
Veja aqui 
como ensinar o cão a fazer xixi e cocô no lugar certo

4. Dar sua comida na hora do seu almoço ou jantar

 
erros que donos cometemOs cães amam comer e quando sentem cheiro de comida, eles vão querer. Na hora do almoço ou do jantar, quando o dono ou a família está sentada à mesa, o cachorro pula, late, corre, olha com aquele olhar de pidão, tudo pra ganhar um pouco de comida. Os donos, normalmente, ficam com pena, querem agradar, e dão um pedacinho. Pronto. Agora o cachorro aprendeu que toda vez que ele tiver esse comportamento errado, ele vai ganhar uma recompensa. Recebemos diversos e-mails de pessoas reclamando que o cachorro não deixa ninguém comer em paz e é 100% certo que essa pessoa que está reclamando é a mesma que cedeu e deu um pedacinho no passado.
 
Como evitar o problema: se o seu cachorro ainda é filhote, ele não sabe o que é certo ou errado. Se enquanto você come ele ficar quietinho com os brinquedinhos dele, aí sim, recompense-o. Levante-se e faça carinho ou dê um petisco pra ele. Ele vai associar que quando ele fica quieto, ele ganha algo. Se ele pedir comida enquanto você come, ignore completamente. Ignorar é não falar, não olhar e não tocar. Nem olhe pra ele. Deixe-o pedindo, implorando, mas seja forte e não ceda. Ele vai aprender que não adianta pedir e o comportamento irá parar.
 
Veja aqui 
14 regras pra seguir na hora de dar comida ou ração ao seu cachorro

5. Ensinar o cachorro a ter medo de trovão, de veterinário ou de banho

 
erros que donos cometemAlguns cães demonstram medo de trovão, fogos de artifício ou banho desde sempre. Se na hora que o cachorro está com medo o dono faz drama, coloca o cachorro no colo e faz carinho, isso só vai piorar esse medo. Ele vai entender que tem razão de estar com medo porque aquela é uma situação de perigo. E ainda será recompensado por isso, com carinho e atenção do dono. Isso só vai agravar a situação.
 
Como evitar o problema: você tem que ter uma postura de líder. Um líder passa segurança, é tranquilo e age como se nada tivesse acontecido, porque não tem com o que se preocupar. Durante essas situações, você pode brincar com o cão pra ele se distrair e ver que não há perigo. O importante é manter a postura de líder para que o cão sinta segurança e paz.
 
Veja aqui 
como fazer para que seu cão não tenha medo de fogos de artifício.
Veja aqui 
como fazer para que seu cão não tenha medo de trovões

6. Só deixar sair na rua depois que tomou todas as vacinas

 
erros que donos cometemSe você ainda não leu sobre o 
imprinting, leia. Você vai gostar de saber sobre isso, é muito interessante. Clique aqui pra ler sobre o Imprinting Canino. Como já falamos anteriormente, os cães estão mais aptos a aprender qualquer coisa entre 2 e 4 meses. É nessa época que é crucial que ele seja socializado e conheça os mais diversos tipos de estímulos, como barulhos, pessoas e cães. Infelizmente, o imprinting acaba aos 4 meses, que é quando as pessoas podem levar o cachorro na rua, já que as vacinas acabaram. Mas esse cão já não foi estimulado e irá estranhar tudo e todos.
 
Como resolver o problema: siga as recomendações do veterinário e não leve seu cão no chão da rua, pois ele pode contrair doenças como 
cinomose e parvovirose. Mas você pode levá-lo pra passear de carro, pra que ele se acostume a essa experiência e também ao barulho do trânsito. Você pode levá-lo pra passear no colo pra que ele se acostume ao movimento da rua. Você também pode marcar encontros com amigos que tem cães saudáveis e vacinados e levá-lo pra brincar com esses cães, para que ele se habitue a outros cães desde cedo, assim como fizemos com a Pandora, quando ela foi brincar com a Lisa. Veja aqui as fotos desse encontro.

7. Não deixar o cachorro sozinho nunca

 
erros que donos cometemNos primeiros meses, todo dono quer ficar o dia inteiro grudado no cão. Tiram férias do trabalho, param de fazer as atividades normais, tudo pra ficar o máximo de tempo possível com o cachorrinho novo. Mas, essa não é a vida real. As pessoas trabalham, vão no mercado, vão no médico. É normal que um cão tenha que ficar sozinho às vezes. Se ele nunca se acostumou com isso, depois é pior de resolver o problema. O cachorro passa a ficar desesperado quando o dono sai. Arranha a porta, chora o dia todo, late, incomoda os vizinhos, destrói a casa e objetos, faz xixi e cocô por toda a casa, se 
auto-mutila e por aí vai.
 
Como resolver o problema: nas primeiras semanas, restrinja o espaço do cachorro. Por exemplo, deixe-o somente na cozinha e na área de serviço. Isso é importante pra ele 
aprender a fazer xixi e cocô no lugar certo, pra ele aprender a ficar sozinho e também pra que ele se acostume e você possa prendê-lo se for necessário (quando, por exemplo, você receber uma visita que não gosta ou tem medo de cães).
 
Como resolver o problema: se seu cão está preso e você está na sala ou no quarto e ele começar a chorar, ignore. Quando ele parar, mesmo que por 15 segundos, você aparece e fica com ele, ou solta ele. Mas ele tem que parar. Jamais atenda às lamúrias do filhote, jamais vá vê-lo enquanto ele chora. Ele vai associar choro = meu dono vem. E nunca irá se acostumar a ficar sozinho e/ou preso. Coloque nesse espaço um brinquedo educativo com petiscos dentro ou espalhe ração pra ele caçar. Algo que deixe-o entretido e que faça ele associar a situação com algo bom. Tenha paciência, ele vai chorar nos primeiros dias. Mas isso para.
 
Para diminuir a ansiedade do cão em ficar sozinho, evite falar com ele e fazer festa assim que você chegar em casa. Porque senão ele fica ansioso o dia todo por esse momento e isso só aumenta a frustração dele e os problemas. Espere de 10 a 15 minutos, troque de roupa, tome banho e só fale com ele quando ele estiver relaxado e calmo.

8. Alimentar mal o cachorro

 
erros que donos cometemTem cães que só comem a ração se tiver alguma coisa misturada nela. Isso porque foram mal acostumados. Ele pode acabar engordando ou não aceitar a ração pura. O problema de misturar comida na ração é que você perde o controle da dieta balanceada e do que é mais saudável pra ele. Uma 
ração super premium já é completa e tem todos os nutrientes necessários, se você não dá alimentação natural, é importante que você dê apenas ração.
 
Como resolver o problema: a quantidade ideal de ração é aquela descrita na embalagem. Você pega a quantidade ideal e divide pelo número de vezes. Por exemplo, se a quantidade são 300g e você vai dar de manhã e à noite, dê 150g de manhã e 150g à noite. Se o cão não comer de manhã, não dobre a quantidade à noite, continue dando 150g de ração à noite. Para que ele se acostume a comer nesses horários, deixe o pote com ração durante 15 a 20 minutos pra ele comer. Se ele não comer nesse tempo, retire e só volte a oferecer no próximo horário. Ele vai perceber que ele deve comer naquela hora, senão a comida “some”. E irá valorizar mais o momento da comida.
 
Não exagere nos petiscos, os cães podem se acostumar com coisas mais “gostosas” e podem não querer a ração, que é o alimento saudável. 

9. Dar bronca sem ensinar

 
erros que donos cometemNão adianta gritar, bater, xingar e se revoltar quando o cachorro faz algo errado. Ele não entende você. Ele não tem como adivinhar o comportamento certo. Por isso o papel de líder é muito importante pro cão. Ele precisa de um líder que o oriente o que deve ou não fazer.
 
A melhor coisa é o reforço positivo: quando o cachorro acertar, premie. Você não fará isso a vida inteira, mas sim até ele fazer apenas as coisas certas. Quando você premiar, ele vai ver que está indo bem e irá repetir esse comportamento correto. Isso vale para roer os próprios brinquedos, fazer xixi no tapetinho higiênico, ficar calmo (veja aqui como fazer pro seu cachorro ser mais calmo), não latir, etc. Mas ele precisa também saber quando faz algo errado.
 
Como corrigir o problema: se ele está fazendo algo pra chamar sua atenção (roubar suas meias e sapatos, roubar o controle remoto, 
xixi no lugar errado, latir, etc, ignore. Ele precisa ver que chamar sua atenção dessa forma não funciona, que você só faz festa e carinho nele quando ele está sendo bonzinho.
 
Se for algo que você tenha que advertir, por exemplo, se ele está roendo um móvel ou se está mastigando seu telefone, faça-o parar dizendo um “não” bem forte ou um “ssshhh”. Assim que ele parar, não faça carinho nem elogie, porque ele pode aprender a fazer coisas erradas pra ganhar carinho. Diga “não”, volte a fazer o que você estava fazendo e deixe pra elogiá-lo ou pra fazer carinho nele quando ele estiver com um brinquedinho ou descansando ao seu lado. 
 
Esperamos que com esse artigo você consiga cuidar melhor do seu cachorro e fazer dele o cão mais equilibrado e feliz do mundo!

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
27/03/2017 - 15h13
Projeto de Moka quer que fraude em alimento seja considerada crime hediondo
27/03/2017 - 14h40
Festa arrecada R$ 5,9 mil para ONG que cuida de cães em Campo Grande
24/03/2017 - 08h30
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
23/03/2017 - 09h20
‘Cães bombeiros’ passam a integrar serviço de busca, resgate e salvamento
21/03/2017 - 15h45
Energisa MS sobe 11 posições no ranking da ANEEL
 
Últimas notícias do site
28/03/2017 - 16h05
Ferramenta permite cálculo simples de custos da pecuária de corte
28/03/2017 - 16h02
Bancada destinará R$ 15,8 milhões para assentamentos rurais de MS
28/03/2017 - 14h35
Conta de luz terá desconto de até 19,5% em abril, por devolução de cobrança indevida
28/03/2017 - 12h41
Máquina compacta voltada a pequenos produtores limpa tomate sem uso de água
28/03/2017 - 10h35
Pesquisa busca preservar espécie de algodão silvestre nativo do Brasil
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.